Depoimento: “Todos os Dias Aprendemos Com Nosso Filho”

Por Keith Franzone – USA

“Tenho 41 anos e sou pai de um garoto de 7 anos chamado Ben . Ao lado de minha esposa ele é o presente mais precioso que eu já pude ganhar e agradeço muito por ser seu pai. Ben foi diagnosticado portador de ET quando tinha 2 meses. Minha esposa e eu não sabíamos o que esperar como pais de uma criança com necessidades especiais de uma doença que não conhecíamos. Mas aprendemos com Ben as alegrias de se criar um filho. Apesar de seus problemas ,os quais incluem ataques e asma, ele sempre encontra um caminho para sorrir e estar satisfeito. Mesmo atravessando por muitas consultas de emergência, exames de sangue e internações ele é muito corajoso. Hoje Ben anda mas não fala, sua linguagem é equivalente a de uma criança de 1ano de idade. Então vocês nos perguntam como comunicamos com Ben e eu posso lhes responder que é com muito amor, paciência e compreensão. Este é o caminho que ele nos ensinou. Minha esposa e eu temos um trabalho em progresso que aprendemos com nosso filho todos os dias. E apesar dos desafios do dia-a-dia, todos os dias levantamos com a promessa de darmos ao Ben o melhor de nós, porque ele é um dos que ultimamente tem tido uma vida desafiadora e temos que respeitar, não tendo a atitude errada de olhar como se fossemos os culpados . Quantas vezes os pais pedem para si mesmos um pouco mais de força para terem paciência em lidar com seus filhos? Agora imagine você mesmo tentando ter paciência em lidar com o olhar das pessoas em uma criança de 40 quilos com 7 anos de idade em uma cadeira alta em um restaurante ou em um carrinho no supermercado. Claro que isto parece estranho aos olhos dos outros, mas isto são coisas que você faz e que condizem com pais de crianças com necessidades especiais e você as faz com dignidade. Não me leve a mal, isto não é uma reclamação é exatamente o contrário, estou falando sobre saber reconhecer o desafio e lidar com ele da maneira que você acredita ser correta. Minha esposa dedica todo o seu tempo para nosso filho, ela é muito insegura e por isso nunca mais voltou a trabalhar desde o diagnóstico. Ela cuida, alimenta, dá amor e nunca pede a Deus mais do que lhe é dado. Nós aceitamos Ben pelo que ele é, sendo minha esposa quem enfrenta tudo isso sem nunca reclamar. Ao escrever este depoimento quis colocar alguma coisa que resumisse as alegrias de cuidar de uma criança e posso dizer que a única maneira que encontrei foi através dos olhos de meu filhinho tão especial. Eu sei que muitas vezes nos sentimos culpados por mandar nossos filhos fazerem certas coisas como quando pedimos que vá para cama, ou que coloque seu pijama ou ainda escove os dentes. Mas pense, como seria diferente para você se tivesse que fazer todas estas coisas para seu filho. Sua vida seria muito diferente, não seria? Mas acredite em mim por experiência própria isto pode ser muito bom. Todas estas coisas fazem com que você aprecie todas as pequenas coisas que seu filho faz. Em nossa casa o sorriso de Ben é muito mais do que esperávamos . Sendo assim valorize seu filho e agradeça por todas as coisas que ele lhe proporciona. Criar um filho verdadeiramente é uma honra e devemos reconhecer isto em todas as oportunidades que tivermos.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s